Posts de itpresscomunicacao

DOM E BRUNO: PRESENTES

“Sinto esse frio coração em mim. Admirado de ser um coração. Tão frio está.” Fernando Pessoa Muito triste viver no Brasil. A tristeza é tal que chega a ser meio anestesiante dada a cachoeira de absurdos diários. Depois de dias de incertezas e tensão, a notícia terrível foi confirmada: o jornalista inglês Dom Phillips e…

Leia Mais

Respeitem o Supremo

“Conformar-se é submeter-se e vencer é conformar-se, ser vencido. Por isto toda a vitória é uma grosseria. Os vencedores perdem sempre todas as qualidades de desalento com o presente que os levaram à luta que lhes deu a vitória”. Fernando Pessoa, no Livro do Desassossego   Há uma dificuldade real em entender o Brasil de…

Leia Mais

A DOR DA FOME

“A maior riqueza do homem é a sua incompletude. Nesse ponto sou abastado. Palavras que me aceitam como sou – eu não aceito.” Manoel de Barros   O discurso do Lula na Science PO em Paris, por quase 2 horas, encantou profundamente a meninada francesa que lotou o auditório. A plateia dividia-se entre brasileiros e…

Leia Mais

BECOS SEM FIM

“Sei ter o pasmo essencial Que teria uma criança, se, ao nascer Reparasse que nascera deveras…” Pessoa, na pessoa de Alberto Caeiro   Existem várias Lisboas. A Lisboa de Fernando, do Pessoa; de Alberto, do Caeiro; de Álvaro, do Campos; a Lisboa dos milhares de turistas que andam por suas ruas como se vivessem ali…

Leia Mais

Achá bão é crime? 

“Tenho a náusea física da humanidade vulgar, que é, aliás, a única que há. E capricho, às vezes, em aprofundar essa náusea, como se pode provocar um vômito para aliviar a vontade de vomitar” – Fernando Pessoa, Livro do Desassossego Em toda cidade pequena do interior de Minas Gerais, existem algumas pessoas exóticas a perambular…

Leia Mais

TIRARAM A MÁSCARA

“Quem foi que viu a minha Dor chorando?! Saio. Minh’alma agoniada. Andam monstros sombrios pela estrada E pela estrada, entre estes monstros, ando!”   Augusto dos Anjos, poema Queixas Noturnas   Em um tempo no qual usar máscaras pode significar salvar vidas, é muito interessante ver algumas pessoas tirando as máscaras. Os melhores exemplos são…

Leia Mais

MINHA VIDA DE VOLTA

“Não sei se mereço mas alguém trocou o fim pelo começo.” O poeta Boaventura de Sousa Santos, poema Não Sei, no livro Pitaia e Açaí.     Parafraseando Euclides da Cunha, ao retratar o sertanejo sendo “antes de tudo um forte”, eu diria que o advogado é “antes de tudo” um chato. Em regra, tende…

Leia Mais

O PIANO, O SILÊNCIO E A POESIA

“Aprendi com as primaveras a deixar-me cortar e a voltar sempre inteira.” Cecília Meireles     A honra, a dignidade e a solidão, dentre outros, são sentimentos personalíssimos. É muito inquietante e triste ver um medíocre abest alhado humilhar o país por “atributos” que seriam só dele.   Tenho falado da força do Presidente da…

Leia Mais

UM TORTURADOR ASSUMIDO: QUE PAÍS QUEREMOS?

“Cego é talvez quem esconde os olhos embaixo do catre.” Do grande Drummond, no poema Confissão   Na vida, procuro ser coerente e manter uma postura democrata e de respeito à Constituição. Durante a última campanha presidencial, depois de observar os candidatos e as propostas, resolvi me empenhar em ajudar o Hadad, principalmente para derrotar…

Leia Mais

OS INDICIADOS

“Ando muito completo de vazios. Meu órgão de morrer me predomina. Estou sem eternidades.” Manoel de Barros   O relatório final da CPI da Covid foi forte, técnico e corajoso. Atendeu, em boa parte, à expectativa de milhões de brasileiros que exigiam uma postura contra este governo que cultua a morte, dissemina a mentira e…

Leia Mais